quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Vivendo acima das circunstâncias


VIVENDO ACIMA DAS CIRCUNSTÂNCIAS
Rm 8:31-39

INTRODUÇÃO: Fomos chamados para viver acima das circunstâncias e ter os nossos olhos no Senhor. As Escrituras Sagradas nos dizem que Satanás veio para roubar, matar e destruir, Jo 10:10. Jesus Cristo, por sua vez, veio para nos dar vida e vida com abundância. Precisamos no ano novo demonstrar o crescimento que as dificuldades nos ensinaram no transcorrer deste ano.

TRANSIÇÃO: O texto básico diz que em Deus somos mais que vencedores e seguros. O vs. 37 afirma: que “em todas as coisas somos mais que vencedores”. Isto é, se estivermos em Jesus. Para viver acima das circunstâncias é necessário que você:

I – TENHA ESPERANÇA EM DEUS
·        O ser humano tem mais facilidade para confiar naquilo que se acha bem diante dos seus olhos, ao alcance de sua mão. Todavia qualquer um dos seres ou objetos em que nos apoiamos pode falhar, demonstrando assim que não era digno da confiança que depositamos nele. O único em quem podemos confiar totalmente, em cuja Palavra podemos nos apoiar é Deus. Só ele nos concede a verdadeira segurança e sensação de felicidade. É o que vemos em Provérbios 16.20: “O que confia no Senhor, esse é feliz”. E o profeta Isaías (30.18b) revela: “Porque o Senhor é Deus de justiça; bem-aventurados todos os que nele esperam”.
·        As promessas de Deus se cumprem: “Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá?” (Nm 23:19).
·        A Palavra de Deus é permanente: “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão” (Mt 24:35).

II - CAMINHE SEMPRE PELA FÉ
·        Nossas ações revelam nossas convicções: “todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma” (Hb 10:38-39).
·        A fé cresce em quatro situações: quando é alimentada, quando é acionada, quando é provada, e quando é premiada com a resposta de Deus.
·        Infelizmente, nem sempre alimentamos a fé como deveríamos, e nem sempre a acionamos. Por isso Deus a põe à prova, pois "a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma" (Tiago 1.3,4 - NVI).

III – ENTENDA QUE AS AFLIÇÕES SÃO TEMPORÁRIAS
·        “O justo passa por muitas adversidades, mas o Senhor o livra de todas” (Salmo 34.19 - NVI).
·        controle que Jesus exerceu sobre o vento e sobre as ondas transformou o medo dos discípulos em espantosa admiração. Nós também experimentaremos admiração semelhante no meio das maiores dificuldades que enfrentarmos - se permanecermos firmes até a resposta chegar.
·        “Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas” (2 Co 4:16-18).

CONCLUSÃO: Viver acima das adversidades não significa “negar” a existência delas. Significa, isso sim, não deixar que elas se tornem o fator determinante de nossa vida. Aliás, o que é a realidade? Só Deus constitui uma realidade concreta; só ele é imutável. Tudo o mais muda, inclusive as situações da vida.
Postar um comentário