terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Seja um intercessor


O VALOR DA INTERCESSÃO

Jeremias 33:3-11

Introdução: Deus sempre esteve em busca de alguém que pudesse interceder pelo povo, quando este estava em situação decadente, Ez 22:30. Hoje, mais do que nunca, precisamos nos conscientizar de que para que as coisas sejam modificadas não podemos cruzar os braços e ficar parados “vendo a banda passar”. A pergunta que Deus fez a Isaías continua viva e brilhando diante de nós: “a quem enviarei e quem há de ir por nós?” Deus espera a mesma resposta que Isaías apresentou: “eis-me aqui, envia-me a mim”. Ore a Deus buscando uma mudança.

Transição: O texto básico mostra que Deus convocou Jeremias, que estava preso devido à perseguição contra ele, para assumir o comando a fim de conseguir uma mudança em Israel, pois a coisa estava cada dia pior. Somente a intervenção de Deus poderia mudar esse quadro, mas Ele espera que alguém se coloque entre Ele e o povo – isto é, alguém se disponha a intercessor.

  1. Resposta além das expectativas
    1. Deus quer te surpreender, v. 3 – trazendo em resposta ao seu clamor coisas grandes e firmes que ainda não são conhecidas.
    2. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos - Nenhum pai diria ao filho que iria lhe comprar um presen­te de aniversário se não estivesse disposto a fazer isso. Certa­mente nosso Pai Celestial não é menos fiel em cumprir Suas promessas do que um pai humano. Deus não é homem para mentir, Nm 23:19. Ele fará o que disser que vai fazer - quando nos subme­termos às Suas condições – nesse caso Ele disse a Jeremias: “clama a mim...”

  1. Restauração do povo
    1. Curarei esta cidade, v. 6 – isto é, Deus manifestaria seu poder para dar saúde ao povo em termos espirituais, emocionais e físicos. O povo teria qualidade de vida.
    2. Farei com que desfrutem paz e segurança, v. 6 – quando o povo não tem paz e segurança a vida se torna improdutiva, pois o medo paralisa a pessoa.
    3. Promoverei prosperidade e restituição, v. 7 - É muito fácil criticar. Ouço pessoas criticando e sei que não estão orando pelos familiares, governantes e igreja; quando oramos por outros, não te­mos tanta disposição para criticar. Deixe de praguejar e amaldiçoar com críticas e comece a orar para que Deus traga restauração, Lc 1:37. 

  1. Mudança de imagem
    1. Diante de Deus, v. 9 – um povo que só fazia maldades desagradando a Deus, se tornaria motivo de satisfação para Deus, por causa da oração.
    2. Diante dos inimigos, v. 9 – todos os povos passariam a respeitar Israel, ao contemplar e ouvir o que Deus faria pelo seu povo; o Salmo 23 fala que Ele “põe uma mesa perante mim, na presença dos meus inimigos”.
    3. Diante das ruas de Jerusalém, v. 10-11 – Jerusalém deixaria de ser deserta, passaria a ser palco de festejos, celebrações de júbilo, demonstrações de louvores a Deus. De repente, é isso que está faltando na sua vida, família, empresa. Vamos nos unir em um só clamor a Deus!

Conclusão: Ficar criticando a situação é dar munição para Satanás se divertir à nossa custa; ficar parado diante do infortúnio é concordar com a desgraça. A receita para a virada é dada pelo próprio Deus, que disse: “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, orar, buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” (2 Cr 7:14).
Postar um comentário