quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Se queres ser bem sucedido é necessário saber isso


Atitudes que levam ao fracasso 

Texto: Josué 1:1-9

Introdução:

Certa vez, um rei, mandou seus soldados colocarem um convite em praça pública para todos moradores do seu reino e dos reinos vizinhos, e quem quisesse, comparecer a uma festa incrível que seria dada no castelo.

O povo se alegrou e correram pra se preparar para a festa. Um mendigo que morava na tal cidade, ficou muito feliz, pois há muito tempo não comia decentemente, mas ao se aproximar do cartaz com o convite, seu semblante foi aos poucos se transformando em raiva... onde já se viu! gritava ele, esse rei é um patife!! esbravejou.

No final do convite, tinha uns dizeres: É obrigatório o uso de vestimentas Especiais.

O mendigo ficou extremamente irritado onde iria conseguir tais roupas? E resolveu falar com o rei.

Logicamente os guardas do palácio barraram sua entrada; e ele da porta do castelo gritava a pleno pulmões: Eu quero falar com o rei eu tenho direito, o rei é um homem que fala pelos dois cantos da boca, e tanto incomodou e tanto incomodou que os guardas sabendo que seu rei era muitíssimo sábio e bondoso resolveram falar com o rei e o rei prontamente mandou que o mendigo entrasse.

Depois que o mendigo apresentou suas razões o rei concordou com ele e disse: O que me pedes é muito justo, roupas limpas... e chamou seu filho, que prontamente atendeu o pai: Pois não meu pai. Leve esse homem ao quarto real e lhe roupas novas! Sim, meu pai.

O mendigo o acompanhou pelo castelo e sua boca estava escancarada! quanta beleza, quanta riqueza!

Chegando ao quarto real, ele era tão grande tão grande que seria capaz de se perder dentro dele de tantas roupas, uma mais linda do que a outra que o mendigo não soube escolher nenhuma, precisando que o filho do rei escolhesse uma para ele, e escolheu uma que era lindíssima!
Ao vestir-se o mendigo pegou sua trouxa de roupas sujas e rasgadas e colocou debaixo do braço e saiu. O filho do rei lhe disse: porque você não joga esses trapos fora? O mendigo respondeu: ah não! deixa assim pois quando essas roupas novas se gastarem eu posso muito bem precisar desses meus trapinhos e vou guardá-los, e saiu.

Durante a festa o mendigo, permaneceu com sua trouxa de roupas debaixo do braço e não podia se servir, nem comer direito, pois a trouxa o atrapalhava e com uma só mão era difícil de se virar, ficou tão irado, que saiu dando pontapés em tudo que tinha pela frente e sem aproveitar da festa saiu sem comer nada, sem dançar, sem participar, por causa das roupas velhas que ele não desgrudava.

Ao sair do castelo, tropeçou na trouxa de trapos e caiu do alto da escada. Uma grande multidão se pos a sua volta todos horrorizados com o ocorrido e isso chegou ate os ouvidos do rei, que se aproximou, olhou e chorou: Não precisava ser assim ele disse.....não precisava....., as roupas que eu mandei te dar, eram as mais especiais, jamais se gastariam.

O Senhor tem nos dado novas vestes, vestes que não se acabam, vestes santas... Você tem conseguido largar a sua trouxa de roupas velhas? Se ainda não largou, largue e começe a usar as roupas novas que o Senhor te dá.

Transição:

O texto básico dá as orientações para que Josué fosse bem sucedido. Ele haveria de ser vencedor se seguisse as coordenadas que Deus lhe havia dado. Diante do fato de muitos fracassarem em sua trajetória, gostaria de falar sobre atitudes que levam ao fracasso, baseado em fatos reais e bíblicos.

Tema: Atitudes que levam ao fracasso

I - Retenção de pecado no coração, “Se eu atender à iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá” (Salmos 66:18);

- O que era para ser fácil se tornou difícil: Josué 7:2 Enviando, pois, Josué, de Jericó, alguns homens a Ai, que está junto a Bete-Áven, ao oriente de Betel, falou-lhes, dizendo: Subi e espiai a terra. Subiram, pois, aqueles homens e espiaram Ai. Josué 7:3 E voltaram a Josué e lhe disseram: Não suba todo o povo; subam uns dois ou três mil homens, a ferir Ai; não fatigueis ali todo o povo, porque são poucos os inimigos. Josué 7:4 Assim, subiram lá do povo uns três mil homens, os quais fugiram diante dos homens de Ai. Josué 7:5 Os homens de Ai feriram deles uns trinta e seis, e aos outros perseguiram desde a porta até às pedreiras, e os derrotaram na descida; e o coração do povo se derreteu e se tornou como água.

- Deus declarou a razão de tamanha incapacidade de seu povo: Josué 7:10 Então, disse o SENHOR a Josué: Levanta-te! Por que estás prostrado assim sobre o rosto? Josué 7:11 Israel pecou, e violaram a minha aliança, aquilo que eu lhes ordenara, pois tomaram das coisas condenadas, e furtaram, e dissimularam, e até debaixo da sua bagagem o puseram. Josué 7:12 Pelo que os filhos de Israel não puderam resistir aos seus inimigos; viraram as costas diante deles, porquanto Israel se fizera condenado; já não serei convosco, se não eliminardes do vosso meio a coisa roubada.

- Deus passou a receita para a cura: Josué 7:13 Dispõe-te, santifica o povo e dize: Santificai-vos para amanhã, porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Há coisas condenadas no vosso meio, ó Israel; aos vossos inimigos não podereis resistir, enquanto não eliminardes do vosso meio as coisas condenadas.

- O pecado precisa ser confessado custe o que custar: Josué 7:14 Pela manhã, pois, vos chegareis, segundo as vossas tribos; e será que a tribo que o SENHOR designar por sorte se chegará, segundo as famílias; e a família que o SENHOR designar se chegará por casas; e a casa que o SENHOR designar se chegará homem por homem. Josué 7:15 Aquele que for achado com a coisa condenada será queimado, ele e tudo quanto tiver, porquanto violou a aliança do SENHOR e fez loucura em Israel.

- Todo pecado será descoberto: Josué 7:19 Então, disse Josué a Acã: Filho meu, dá glória ao SENHOR, Deus de Israel, e a ele rende louvores; e declara-me, agora, o que fizeste; não mo ocultes. Josué 7:20 Respondeu Acã a Josué e disse: Verdadeiramente, pequei contra o SENHOR, Deus de Israel, e fiz assim e assim. Josué 7:21 Quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata, e uma barra de ouro do peso de cinqüenta siclos, cobicei-os e tomei-os; e eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata, por baixo. Josué 7:22 Então, Josué enviou mensageiros que foram correndo à tenda; e eis que tudo estava escondido nela, e a prata, por baixo. Josué 7:23 Tomaram, pois, aquelas coisas do meio da tenda, e as trouxeram a Josué e a todos os filhos de Israel, e as colocaram perante o SENHOR. Josué 7:24 Então, Josué e todo o Israel com ele tomaram Acã, filho de Zera, e a prata, e a capa, e a barra de ouro, e seus filhos, e suas filhas, e seus bois, e seus jumentos, e suas ovelhas, e sua tenda, e tudo quanto tinha e levaram-nos ao vale de Acor. Josué 7:25 Disse Josué: Por que nos conturbaste? O SENHOR, hoje, te conturbará. E todo o Israel o apedrejou; e, depois de apedrejá-los, queimou-os.

- Acã significa perturbador: Onde está o perturbador de hoje? Aquele ou aquela que, sem medir as conseqüências, vive trazendo dificuldade ao povo de Deus, a igreja. O Salmo 119:11 traz uma receita para aqueles que querem ser bênçãos em vez de maldição: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti”.

- Um testemunho para nos servir de lição: “Feliz aquele cujas maldades Deus perdoa e cujos pecados ele apaga! Feliz aquele que o SENHOR Deus não acusa de fazer coisas más e que não age com falsidade! Enquanto não confessei o meu pecado, eu me cansava, chorando o dia inteiro. De dia e de noite, tu me castigaste, ó Deus, e as minhas forças se acabaram como o sereno que seca no calor do verão. Então eu te confessei o meu pecado e não escondi a minha maldade. Resolvi confessar tudo a ti, e tu perdoaste todos os meus pecados. Por isso, nos momentos de angústia, todos os que são fiéis a ti devem orar. Assim, quando as grandes ondas de sofrimento vierem, não chegarão até eles. Tu és o meu esconderijo; tu me livras da aflição. Eu canto bem alto a tua salvação, pois me tens protegido.” (Salmos 32:1-7)

II - Deixar de cumprir integralmente a ordem de Deus

- A consciência da ordem e vontade de Deus: “Porém o homem de Deus disse ao rei: Ainda que me desses metade da tua casa, não iria contigo, nem comeria pão, nem beberia água neste lugar. Porque assim me ordenou o SENHOR pela sua palavra, dizendo: Não comerás pão, nem beberás água; e não voltarás pelo caminho por onde foste” (1 Reis 13:8-9).

- Até certo ponto houve fidelidade e zelo pela vontade de Deus: “E se foi por outro caminho; e não voltou pelo caminho por onde viera a Betel” (1 Reis 13:10).

- Foi tentado a descumprir a ordem de Deus por um outro colega profeta: “Morava em Betel um profeta velho; vieram seus filhos e lhe contaram tudo o que o homem de Deus fizera aquele dia em Betel; as palavras que dissera ao rei, contaram-nas a seu pai” (1 Reis 13:11). “E foi após o homem de Deus e, achando-o sentado debaixo de um carvalho, lhe disse: És tu o homem de Deus que vieste de Judá? Ele respondeu: Eu mesmo. Então, lhe disse: Vem comigo a casa e come pão” (1 Reis 13:14-15).

- A princípio ele mostrou firmeza diante da vontade de Deus: “Porém ele disse: Não posso voltar contigo, nem entrarei contigo; não comerei pão, nem beberei água contigo neste lugar. Porque me foi dito pela palavra do SENHOR: Ali, não comerás pão, nem beberás água, nem voltarás pelo caminho por que foste” (1 Reis 13:16-17).

- Veja a cilada em que caiu por ignorar a ordem de Deus:

“Tornou-lhe ele: Também eu sou profeta como tu, e um anjo me falou por ordem do SENHOR, dizendo: Faze-o voltar contigo a tua casa, para que coma pão e beba água. (Porém mentiu-lhe.) Então, voltou ele, e comeu pão em sua casa, e bebeu água. Estando eles à mesa, veio a palavra do SENHOR ao profeta que o tinha feito voltar; e clamou ao homem de Deus, que viera de Judá, dizendo: Assim diz o SENHOR: Porquanto foste rebelde à palavra do SENHOR e não guardaste o mandamento que o SENHOR, teu Deus, te mandara, antes, voltaste, e comeste pão, e bebeste água no lugar de que te dissera: Não comerás pão, nem beberás água, o teu cadáver não entrará no sepulcro de teus pais” (1 Reis 13:18-22).

- Resultado do descumprimento total da ordem de Deus: “Foi-se, pois, e um leão o encontrou no caminho e o matou; o seu cadáver estava atirado no caminho, e o jumento e o leão, parados junto ao cadáver. Eis que os homens passaram e viram o corpo lançado no caminho, como também o leão parado junto ao corpo; e vieram e o disseram na cidade onde o profeta velho habitava. Ouvindo-o o profeta que o fizera voltar do caminho, disse: É o homem de Deus, que foi rebelde à palavra do SENHOR; por isso, o SENHOR o entregou ao leão, que o despedaçou e matou, segundo a palavra que o SENHOR lhe tinha dito” (1 Reis 13:24-26).

III - Ficar ocioso em vez de guerrear

- Em plena época de guerra, Davi estava tão tranqüilo como se nada estivesse acontecendo: “Decorrido um ano, no tempo em que os reis costumam sair para a guerra, enviou Davi a Joabe, e seus servos, com ele, e a todo o Israel, que destruíram os filhos de Amom e sitiaram Rabá; porém Davi ficou em Jerusalém. Uma tarde levantou-se Davi do seu leito e andava passeando no terraço da casa real; daí viu uma mulher que estava tomando banho; era ela mui formosa” (2 Samuel 11:1-2).

- A ociosidade é perigosa, pois pode levar-nos às piores ciladas: “Davi mandou perguntar quem era. Disseram-lhe: É Bate-Seba, filha de Eliã e mulher de Urias, o heteu. Então, enviou Davi mensageiros que a trouxessem; ela veio, e ele se deitou com ela. Tendo-se ela purificado da sua imundícia, voltou para sua casa” (2 Samuel 11:3-4 ).

- As coisas pioraram para Davi: “A mulher concebeu e mandou dizer a Davi: Estou grávida” (2 Samuel 11:5 ).

- Na tentativa de encobrir seu erro tirou outro da guerra: “Então, enviou Davi mensageiros a Joabe, dizendo: Manda-me Urias, o heteu. Joabe enviou Urias a Davi. Vindo, pois, Urias a Davi, perguntou este como passava Joabe, como se achava o povo e como ia a guerra. Depois, disse Davi a Urias: Desce a tua casa e lava os pés. Saindo Urias da casa real, logo se lhe seguiu um presente do rei. Porém Urias se deitou à porta da casa real, com todos os servos do seu senhor, e não desceu para sua casa. Fizeram-no saber a Davi, dizendo: Urias não desceu a sua casa. Então, disse Davi a Urias: Não vens tu de uma jornada? Por que não desceste a tua casa? Respondeu Urias a Davi: A arca, Israel e Judá ficam em tendas; Joabe, meu senhor, e os servos de meu senhor estão acampados ao ar livre; e hei de eu entrar na minha casa, para comer e beber e para me deitar com minha mulher? Tão certo como tu vives e como vive a tua alma, não farei tal coisa” (2 Samuel 11:6-11).

- Continuou usando estratégias para encobrir seu erro: “Então, disse Davi a Urias: Demora-te aqui ainda hoje, e amanhã te despedirei. Urias, pois, ficou em Jerusalém aquele dia e o seguinte. Davi o convidou, e comeu e bebeu diante dele, e o embebedou; à tarde, saiu Urias a deitar-se na sua cama, com os servos de seu senhor; porém não desceu a sua casa” (2 Samuel 11:12-13).

- Agiu com injustiça, pois queria encobrir seu erro a todo custo: “Pela manhã, Davi escreveu uma carta a Joabe e lha mandou por mão de Urias. Escreveu na carta, dizendo: Ponde Urias na frente da maior força da peleja; e deixai-o sozinho, para que seja ferido e morra” (2 Samuel 11:14-15).

- O teu pecado te achará: “Então, disse Natã a Davi: Tu és o homem. Assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Eu te ungi rei sobre Israel e eu te livrei das mãos de Saul; dei-te a casa de teu senhor e as mulheres de teu senhor em teus braços e também te dei a casa de Israel e de Judá; e, se isto fora pouco, eu teria acrescentado tais e tais coisas. Por que, pois, desprezaste a palavra do SENHOR, fazendo o que era mal perante ele? A Urias, o heteu, feriste à espada; e a sua mulher tomaste por mulher, depois de o matar com a espada dos filhos de Amom. Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher. Assim diz o SENHOR: Eis que da tua própria casa suscitarei o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres à tua própria vista, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com elas, em plena luz deste sol. Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei isto perante todo o Israel e perante o sol” (2 Samuel 12:7-12).

- Estamos em guerra. Você já notou isso? Quem aqui estiver ocioso será responsabilizado diante de Deus, pois a obra não é nossa, mas dele. Fique sabendo que Deus não se zomba: aquilo que semear, isso colherá. “Filhos meus, não sejais negligentes, pois o SENHOR vos escolheu para estardes diante dele para o servirdes, para serdes seus ministros e queimardes incenso” (2 Crônicas 29:11).

IV - Não reconhecer a autoridade constituída por Deus

- O rebelde sempre encontra aliado em seu nível de ministério: “Falaram Miriã e Arão contra Moisés, por causa da mulher cuxita que tomara; pois tinha tomado a mulher cuxita” (Números 12:1). Queriam meter o bico numa coisa particular de seu líder.

- Quer se achar no mesmo direito de autoridade: “E disseram: Porventura, tem falado o SENHOR somente por Moisés? Não tem falado também por nós? O SENHOR o ouviu” (Números 12:2).

- Deus entra em defesa de seu servo: “Logo o SENHOR disse a Moisés, e a Arão, e a Miriã: Vós três, saí à tenda da congregação. E saíram eles três. Então, o SENHOR desceu na coluna de nuvem e se pôs à porta da tenda; depois, chamou a Arão e a Miriã, e eles se apresentaram. Então, disse: Ouvi, agora, as minhas palavras; se entre vós há profeta, eu, o SENHOR, em visão a ele, me faço conhecer ou falo com ele em sonhos. Não é assim com o meu servo Moisés, que é fiel em toda a minha casa. Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas; pois ele vê a forma do SENHOR; como, pois, não temestes falar contra o meu servo, contra Moisés?” (Números 12:4-8).

- As conseqüências do pecado: “E a ira do SENHOR contra eles se acendeu; e retirou-se. A nuvem afastou-se de sobre a tenda; e eis que Miriã achou-se leprosa, branca como neve; e olhou Arão para Miriã, e eis que estava leprosa” (Números 12:9-10).

- O pecado precisa ser reconhecido e confessado, mesmo sendo revelado por Deus: “Então, disse Arão a Moisés: Ai! Senhor meu, não ponhas, te rogo, sobre nós este pecado, pois loucamente procedemos e pecamos. Ora, não seja ela como um aborto, que, saindo do ventre de sua mãe, tenha metade de sua carne já consumida” (Números 12:11-12).
- Somente o líder pode rogar a cura e a restauração para a pessoa: “Moisés clamou ao SENHOR, dizendo: Ó Deus, rogo-te que a cures” (Números 12:13).

- O atraso que a rebelião causa na obra de Deus é inevitável: “Respondeu o SENHOR a Moisés: Se seu pai lhe cuspira no rosto, não seria envergonhada por sete dias? Seja detida sete dias fora do arraial e, depois, recolhida. Assim, Miriã foi detida fora do arraial por sete dias; e o povo não partiu enquanto Miriã não foi recolhida” (Números 12:14-15).

- Uma palavra do apóstolo Paulo aos que estão a fim de ver o progresso da igreja: “Irmãos, pedimos a vocês que respeitem aqueles que trabalham entre vocês, isto é, aqueles que foram escolhidos pelo Senhor para guiá-los e ensiná-los. Tratem essas pessoas com o maior respeito e amor, por causa do trabalho que fazem. E vivam em paz uns com os outros. Pedimos a vocês, irmãos, que aconselhem com firmeza os preguiçosos, dêem coragem aos tímidos, ajudem os fracos na fé e tenham paciência com todos” (1 Ts 5:12-14).

Conclusão:

Você vai continuar sendo o mesmo de sempre com as mesmas atitudes? Se continuar com a mesma visão míope, só poderás enxergar as coisas como sendo pequenas. Mude suas atitudes e serás um vencedor. Faça o que tem que ser feito.

Ilustração: Um casal vivia a melhor fase da sua vida. Casados há dois anos e sem filhos. Acabaram de mudar para sua nova casa. Tomavam juntos o café da manhã quando a esposa olhou pela vidraça e viu o lençol da vizinha estendido: - veja isso, querido: o lençol da vizinha está sujo; ela colocou pra secar e nem lavou direito. Que relaxo! – deixe a moça, disse o marido, cada um vive como quer. No dia seguinte a cena se repetiu: - querido olha de novo: os lençóis da vizinha estão imundos; não posso acreditar que alguém possa ser tão sujo assim! Vou lá falar com ela. – Deixe a moça, querida! É a vida, e o lençol é dela; e não devemos arrumar encrencas com o vizinho. No terceiro dia a esposa vê pela vidraça e diz: - querido veja: hoje os lençóis estão perfeitos. Você falou alguma coisa pra ela? O marido, um pouco constrangido, explicou: não foi bem isso que aconteceu... sabe, querida, hoje acordei mais cedo e limpei as vidraças.

Tire a trave dos teus olhos. Busque uma mudança na sua vida e a igreja será melhor. Vista a camisa da igreja. Chame para si a responsabilidade daquilo que Deus propôs para você. “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão” (1 Coríntios 15:58).
Postar um comentário