quinta-feira, 10 de abril de 2008

O GRANDE DESAFIO NA VIDA DE ABRAÃO

Gn 22:1-18

INTRODUÇÃO: Ninguém vê os desafios como algo benéfico, mas considera-os como ameaça a tudo o que já conquistou. Tiago 1:12  “Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam”.  Ninguém sabe de nossas vidas melhor do que Deus, ninguém conhece as nossas vidas melhor do que Deus, ninguém tem pensamentos mais puros e retos sobre nós do que Deus. Ele não escolheu você e nem a mim para o fracasso, pois, sua Palavra diz que é ao contrário disso. Ele tem paz, alegria, coisas perfeitas e integrais para as nossas vidas. Não tema, se está difícil seguir adiante nesse momento, Ele não cansa de nossos novos começos e está disposto a nós carregar pelas mãos. Precisamos entender que quando Deus põe um fardo sobre nossos ombros, Ele põe também Sua mão embaixo de nós, carregando assim, a nós e ao fardo.


TRANSIÇÃO: Abraão é considerado o pai na fé de todos aqueles que servem a Deus. Mas precisamos levar em conta que ele passou por desafios que exigiram dele muita determinação. Deus havia prometido a ele que, juntamente com sua esposa Sara, teria um filho, e deste filho Ele haveria de estabelecer a Abraão uma geração numerosa como as estrelas do céu ou a areia do mar. Quando o filho já estava moço, sabendo Deus que este filho era mui amado por Abraão, Deus disse a ele: “Abraão, pega teu filho Isaque a quem amas e vai oferecê-lo a mim em holocausto”. Abraão não titubeou, mas obedeceu. Neste fato vemos que foi um grande desafio que envolveu e colocou à prova três cousas fundamentais na vida de um líder:


I - A SUA FÉ EM DEUS
Até que ponto ele estava disposto a confiar em Deus? Ele havia sido criado numa família idólatra. Deus o chamou para si a fim de fazer uma aliança e formar através dele um povo diferente que fosse servidor exclusivo de um único Deus, Gn 12:1 e 17:9. 
A fé em Deus precisa manter-se viva diante de qualquer circunstância, Hb 10:38. Abraão sabia que alguma coisa Deus iria fazer, pois as promessas dele não poderiam falhar, Nm 23:19. Mas, sem questionar, obedeceu entendendo que tudo estava nas mãos de Deus. Ele sabe o que faz, Sl 125:1.
A fé sem obras é morta, Tg 2:26. Isto quer dizer que uma fé que não permanece diante das aflições não vale nada. Jesus disse que as aflições e provações serão constantes na vida, mas a cada uma virá a vitória, Jo 16:33.
A fé é provada como o ouro, mas resistindo o fogo das provas torna-se mais preciosa que o ouro, resultando em louvor, honra e glória na revelação de Jesus Cristo, 1 Pe 1:7-9.
Sem fé é impossível agradar a Deus, Hb 11:6. Quer ser um adorador, um servo que agrada ao Senhor? Não se acovarde diante das provas. A fé supera o insuperável.


II – O SEU AMOR A DEUS
Quem era o primeiro na vida de Abraão? Com este desafio Deus haveria de comprovar o amor que Abraão lhe tributava. Muitos dizem que servem a Deus, mas estão longe disso na prática. O amor verdadeiro não consiste em palavras, mas em virtude, em ações. Não diga: eu te amo, mas mostre com atitudes, I Co 4:20.
O primeiro lugar em nossa vida deve ser tributado a Deus: “Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força” (Marcos 12:30 RA). É claro que Abraão amava a Isaque, mas primeiro Deus.
Tudo pode passar, mas o amor deve permanecer, pois diante das virtudes principais ele é maior, 1 Co 13:13.
“Deus prova o seu amor para conosco, pelo fato de Cristo ter padecido por nós sendo nós pecadores” (Rm 5:8). 


III – A SUA CORAGEM NA ALIANÇA
Até onde Abraão iria na sua fidelidade a Deus?
Ofertar pouco é fácil, não exige coragem. Mas e quando Ele estipula a oferta? Aí começamos a titubear, mas Abraão não vacilou diante da oferta pedida por Deus. Deus pediu-lhe o mais precioso que era seu filho amado, Isaque. Se Deus pedisse a você o seu “Isaque” (coisas em alta conta) como você agiria? Teria a coragem de tributary-lhe tal coisa?
Davi disse ao dono de uma propriedade que lhe oferecia de graca, uma vez que era para fazer um altar de adoração a Deus: “... eu to comprarei pelo devido preço, porque não oferecerei ao SENHOR, meu Deus, holocaustos que não me custem nada. Assim, Davi comprou a eira e pelos bois pagou cinqüenta siclos de prata” (2 Samuel 24:24 RA)
A mulher pecadora ofereceu o “unguento precioso” que possuía. Isto causou mal estar nos discípulos, que logo lamentaram: Isso poderia ser investido nos pobres. Jesus disse a eles que se quizessem ajudar os pobres não iria faltar oportunidade. Mas o que foi feito pela mulher estava correto, pois não se tratava de “obras caridosas”, mas adoração, Mt 26:6-11.
Quem for fiel no pouco será colocado sobre o muito, mas o contrário também é verdade: quem for infiel no pouco, pode perder até o pouco que tem, Mt 25:23-29.


CONCLUSÃO: Se hoje você está passando por uma grande provação, não pense que esta será sua derrota, pois, lembre-se que maior que qualquer provação é o Deus Todo Poderoso em cujas mãos podemos descansar. Continue agindo por fé, declarando vitória em nome do Senhor Jesus, logo, logo você verá uma grande vitória em sua vida. Tenha consciência de que ele nos ensina e nos prova e nos faz crescermos em meio a todas as lutas e provações que passamos, é a oportunidade de exercermos nossa fé nEle.
Abraão não precisou sacrificar seu filho amado, pois Deus está no controle de tudo. Mas a recompensa veio. Deus declarou: “agora sei que temes a Deus”. O que Ele diz a teu respeito?
“ENTREGA O TEU CAMINHO AO SENHOR, CONFIA NELE, E O MAIS ELE FARÁ” (SALMOS 37:5 RA)
 Pastor Wanderley da Silva - pastor@iprsaojose.org
Postar um comentário