segunda-feira, 14 de abril de 2008

MANTENDO A VISÃO CORRETA NAS ADVERSIDADES

2 Co 4: 16-18

Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.

INTRODUÇÃO: Você já viu pessoas fazerem “tempestade em copo de água”? Parece que os motivos para tamanha preocupação e desespero são tão grandes. Mas existe um processo chamado “ilusão de ótica”, que é o fato da pessoa ver as coisas diferentes do que são. Isso ocorre muito conosco em relação aos nossos problemas e sentimentos. Vemos as coisas maiores do que são. No entanto, a palavra de Deus diz: “se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena”. Então há um apelo do apóstolo Paulo: “diga o fraco: eu sou forte”. A nossa boca é fonte de bênção ou maldição. Quem quer a bênção deve profetizar a bênção e nunca ficar maldizendo ou abrindo portas para as desgraças, mesmo em circunstâncias adversas. Esse texto bíblico declara como são as nossas tribulações:

  1. Leve - Que pesa pouco; Que não é grave, que não é perigoso; Isso quer dizer: você pode suportar. Deus é aquele que te dá forças e as renova cada dia como a águia. Diante dos desafios da vida não devemos dar lugar ao desânimo. Ele é uma cilada sutil do inimigo. O desânimo abate e murcha o coração e o incapacita de acolher a graça necessária para suportar silenciosamente o sofrimento. Ele exagera o tamanho das dificuldades e o nosso fardo parece pesado demais para ser carregado. Davi em nenhum momento chamou-o de gigante. Davi sempre se refere a Golias como um filisteu, um homem comum, prestes a ser morto, colocando-o no mesmo nível do leão e do urso que havia vencido antes. É só mais um obstáculo que será vencido. Não dê importância, além da merecida, a um problema. Você está sendo provado para ser aprovado. O Senhor já te deu muitas vitórias antes e Ele o fará novamente. Peça a Deus para abrir seus olhos, passando a contemplar a vitória e não o sofrimento. Não temas, crê somente.

  2. Momentânea - Que dura apenas um momento; instantâneo, muito breve. Paciência, mulheres valorosas, paciência. Esse é o grande segredo para que vençamos na vida. Ser paciente é saber esperar tudo no momento certo. Seja paciente com as pessoas e verá que tudo pode mudar em um segundo. Às vezes, nos descontrolamos com algo ou alguém e quem é que perde? Nós. Quantas chances tivemos de ficar quietas e não aproveitamos. Ficamos irritadas, nos descontrolamos e ferimos muitas pessoas. Dissemos o que não queríamos dizer. Falamos quando deveríamos ter ficado calados. Quando ficar irritada, controle-se, acalme-se, lembre-se que tudo passa. Imagine como nós ficamos desfiguradas quando perdemos a razão. Às vezes, por tão pouca coisa. Pense no seu coração. O que adianta ficar agitada, nervosa, por pequenos problemas que logo passarão. Se você estiver prestes a perder o controle conte até 10. Ou até 20. Até 100 se precisar. Nada é mais importante que sua paz, sua calma. Antes de perdermos a paciência temos que nos lembrar que somos imperfeitas. Temos que refletir antes de tomar qualquer posição. Pois, quem sofre mais com a falta de paciência somos nós mesmas. Depende de nós mesmas cultivar a paciência. O restante entregue nas mãos de Deus.

  3. Produtiva – que traz à existência; gera; motiva. Deus usa as tribulações para ensinar preciosas lições a Seus filhos. É assim que Deus opera. Antes Deus fica conosco no meio da tribulação. Depois Ele nos tira dela. Exemplo: A prisão foi para José a estrada para o trono. Se José não tivesse sido prisioneiro nunca teria sido governador do Egito. Quando passarmos por provação, não a encaremos como derrota, lembremos que em todos os lugares difíceis que Deus nos leva, Ele está criando oportunidades para exercitarmos a nossa fé, de tal forma que ela produza resultados positivos e glorifique o Seu nome. Deus não vê as provações como dificuldades, mas como oportunidades. A provação é o arado de Deus, que revolve as profundezas da alma para produzir a mais abundante colheita. Consideremos outro exemplo do jovem Davi. Pela fé ele venceu um leão e um urso, e depois derrubou o poderoso Golias. Quando o leão atacou as ovelhas, Deus proporcionou a Davi uma oportunidade de exercitar a sua fé nEle. O leão era uma oportunidade disfarçada de dificuldade. De fato, toda dificuldade visualizada de maneira correta se torna em uma nova oportunidade de Deus para o nosso crescimento espiritual.

  Conclusão: “Eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar” (Ap 3:8). Romanos 8:18 "Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada".
Postar um comentário