quinta-feira, 29 de março de 2012

UM VASO DE HONRA NAS MÃOS DE DEUS


COMO SE TORNAR UM VASO ÚTIL
At 9.10-18 (15)

INTRODUÇÃO: O vaso é usado como ilustração da nossa vida. Todos deveríamos entender essa aplicação, a fim de podermos desempenhar bem o propósito pelo qual Deus nos formou.
O texto básico fala a respeito da conversão  de Saulo de Tarso. Fato desacreditado por muitos no início de sua carreira cristã. Ananias, um discípulo do Senhor é chamado por Deus para ir até onde ele se encontrava para orar por ele. Inicialmente Ananias estranhou e tentou argumentar sobre o que sabia a respeito de Saulo, mas Deus lhe disse “vai porque ele é para mim um vaso escolhido”.
Não importa as práticas religiosas e até pecaminosas do nosso passado. A partir do momento que encontramos Jesus podemos nos tornar um vaso útil.

1) RECONHECENDO QUE SOMOS BARRO
Hoje encontramos muitas pessoas que não negam o fato de ser um vaso, mas querem ser um vaso de cristal. Com isto estão mostrando que estão dominadas por um sentimento de arrogância, de superioridade.
Precisamos ser o que Deus diz que somos: “Tu és pó...”. Somos formados do pó, portanto devemos reconhecer o quanto somos frágeis e necessitados de Deus. A exaltação deve vir por iniciativa e ação de Deus, e não de um espírito arrogante.
Jó reconheceu essa realidade, quando disse: “como barro me formaste, e ao pó me farás voltar” (10.9).
Isaías afirmou: “Mas agora, ó Senhor, Tu és nosso Pai; nós somos o barro, e Tu, o nosso oleiro” (64.8). Não importa a posição social, a aparência, todos somos barro. Só reconhecendo isso, poderemos ser abençoados por Deus.

2) ACEITAR SER MOLDADO PELO OLEIRO
O oleiro tem total controle sobre o barro para dar-lhe o formato desejado. É impossível a obra ficar querendo discutir com o obreiro. Deus pode fazer em nós e através de nós o que bem entender, pois Ele é soberano e não deve satisfação a ninguém. Cabe a nós aceitarmos sua vontade.
Ele falou: “Como o barro na mão do oleiro, sois vós na minha mão, diz o Senhor” (Jr 18.6). Esta é a Palavra divina a nosso respeito. Sendo assim, devemos permitir ser tratado por Ele, pois deseja formar em nós algo melhor do que nós mesmos poderíamos fazer.
Jeremias foi até a casa do oleiro para receber uma palavra da parte de Deus. Ele observou o seguinte: “como o vaso que ele fazia de barro se quebrou nas mãos do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme seu querer” (Jr 18.4). Deus não desiste de nós, mas fará tudo para sermos como Ele quer.

3) ENFRENTAR O FOGO QUE FORTALECE SEM RECLAMAR
O vaso formado pelo oleiro não conseguirá alcançar propósito algum, a menos que seja queimado no fogo. Esse fogo pode representar as lutas e tribulações que enfrentamos em nossa caminhada cristã. “Bem aventurado o varão que sofre a tentação porque quando for aprovado receberá a coroa da vida”.
Jesus disse aos seus discípulos que eles haveriam de enfrentar aflições, mas não era para desanimarem, Jo 16.33. Somos atribulados, disse Paulo, mas não somos desamparados. Deus não permitirá que o fogo para forjar o nosso caráter seja maior do que precisamos, ou do que possamos suportar.
Deus permite que o vaso enfrente o fogo para que ele fique firme, forte e resistente. Mas não se preocupe, Ele sabe até onde pode deixar o fogo arder.

4)  PERMITIR QUE O SENHOR NOS COLOQUE ONDE QUISER
Quem decide onde o vaso deve ficar é exclusivamente seu dono. Ninguém compra um vaso para coloca-lo num canto abandonado, mas para enfeitar algum lugar que julga nobre. Assim também Deus quer fazer com cada um de nós. Ele deseja que estejamos ocupando um lugar de honra.
Cada servo de Deus precisa se submeter a vontade dele. Ele sabe porque nos fez, e qual o propósito maior com nossas vidas. Dentro dessa realidade, não podemos deixar de orar como Jesus: “não se faça a minha vontade, mas a tua”.
Todos nós fomos formados de modo especial pelo Senhor, e precisamos nos entregar inteiramente em suas mãos. Os pensamentos dele a nosso respeito são os melhores possíveis, pensamentos de paz, e não de mal.

CONCLUSÃO: “Humilhai-vos, debaixo da potente mão de Deus para que, a seu tempo, Ele vos exalte”. A promessa de Deus é gloriosa para aqueles que se humilharem: ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra, 2Cr 7.14. Deus tem um plano para sua vida, mas enquanto você não reconhecer que é um vaso de barro, permitir que Ele molde seu caráter, enfrentar o fogo sem reclamar e permitir que Ele o coloque onde você deve, de fato, estar, nada poderá ser feito. Todos aqueles que tentaram convencer a Deus com seus questionamentos, tiveram que mudar e aceitar o argumento de Deus. Dentre esses: Moisés, Elias, Jeremias, Ananias. Vai querer continuar teimando, ou vai se entregar a Deus? A decisão é tua. Deus capacita os chamados!

Deus te abençoe!
Pr. Wanderley da Silva
Postar um comentário