terça-feira, 17 de janeiro de 2012

O Valor do Reino dos Céus




O VALOR DO REINO DOS CÉUS
Mt 13:44-51
INTRODUÇÃO: Se Deus fosse cobrar o ingresso nos céus, quanto Ele deveria cobrar? Quanto você acha que vale um ingresso para entrar no céu? Quanto é que vale a salvação? Quanto é que vale uma alma? Jesus falou “que adianta um homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma”.
Temos visto a pouca importância que as pessoas estão dando a sua vida, a sua alma e consequentemente não se interessam pelo Evangelho, pela Salvação em Jesus, pelo Reino de Deus.
TRANSIÇÃO: O texto básico nos fala sobre o Reino de Deus. Ele é comparado a coisas que precisamos considerar para que não sejamos reprovados no final. Mt 6:33 diz que devemos buscar o Reino de Deus em primeiro lugar. Foi o próprio Jesus que nos deu essa orientação. Deus deve ser o primeiro em nossa vida. Antes mesmo da família, trabalho, negócios, etc., pois todas essas coisas para serem bem sucedidas vão depender de Deus.
Você se importa com o Evangelho, com o Reino de Deus? Você valoriza a sua vida, a sua alma? Nesta lição vamos analisar o valor do Reino de Deus.

I - O REINO DOS CÉUS É COMO UM TESOURO ESCONDIDO – Mt 13:44

Nos dias de Jesus, a lei determinava a compra da terra para que alguém pudesse procurar nela algum tesouro. Concentremo-nos no tesouro em si, a fim de compreendermos essa parábola.
Você acaba de descobrir a existência de um grande tesouro que é Jesus, agora a grande questão é saber o quanto você está disposto a “pagar” não em termos monetários, mas em termos de fé, obediência e compromisso para adquirir esse tesouro? Muitos vivem apegados às riquezas, aos prazeres carnais, aos compromissos com o mundo corrupto e perverso, aos enganos religiosos e filosóficos, mas é preciso “se desfazer” (abandonar algumas coisas, desapegar-se de outras e apegar-se ao verdadeiro tesouro) para adquirir o ingresso no Reino dos Céus!
O Tesouro do Reino dos Céus foi revelado à você e agora é comprar ou perder, qual será sua decisão? O seu investimento é a fé, Jo 3:18-19.

II - O REINO DOS CÉUS É COMO UMA PÉROLA VALIOSA – Mt 13:45-46

Jesus comparou o Reino de Deus à uma pérola de grande valor disponível ao homem que entendesse de “pérola” e que sabendo reconhecer o valor de uma pérola rara, se esforçaria para adquiri-la.
Hoje você encontrou essa “pérola rara de grande valor”! Essa Pérola é Jesus, é o Reino de Deus! E ela está a sua disposição.
Você precisará colocar essa “Pérola Rara” como superior a tudo o que você tem, a tudo o que você conseguiu juntar até hoje em termos espirituais e morais.
Quando o apóstolo Paulo encontrou essa pérola, considerou tudo o que possuía como sem valor (Fl 3:8). Você precisa fazer o mesmo para adquirir essa pérola que é Jesus e assim entrar no Reino dos Céus, pois tudo o que possuímos, todos os nossos bens, não tem valor diante do Reino dos Céus e não compram a nossa salvação!
Devemos, portanto, colocar esta pérola em nosso coração, pois “onde estiver o nosso tesouro, aí deve estar o nosso coração” Mt. 6:21
III - O REINO DOS CÉUS É COMO UMA REDE LANÇADA AO MAR – Mt 13:47-51
Jesus falou também que o Reino de Deus é como uma rede, que ao ser lançada e puxada do mar traz todos os tipos de peixes. Isto mostra que deverá haver uma separação entre os bons e os ruins.
A Igreja, como instituição visível, é composta de todos os tipos de pessoas, Mt 7:21. Jesus disse que poderíamos reconhecer os verdadeiros cristãos através dos frutos, mas somente Ele sabe, de fato, quais são os verdadeiros servos de Deus. No entanto, a ninguém devemos julgar, a menos que a Palavra de Deus as julgue.
Jesus questionou ao povo da sua época sobre o porque eles o chamavam de Senhor, mas não obedeciam, Lc 6:48. Isto mostra um dos pontos cruciais daqueles que não irão ser salvos – não têm como negar o senhorio de Cristo, portanto o chamam de senhor, mas também não obedecem a Sua Palavra. Esse reconhecimento não resolve nada. Temos que obedecer a mensagem de Jesus, porque no final, inevitavelmente, haverá uma separação, Mt 24:31; 25:31-32.

CONCLUSÃO: Através das células, das reuniões de discipulado e dos cultos realizados na igreja anunciamos o Valor do Reino dos Céus. Você tem dado o devido valor ao Reino de Deus?

Hb 3:12-15 diz: “Vede, irmãos, que nunca se ache em qualquer de vós um perverso coração de incredulidade, para se apartar do Deus vivo; antes exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; porque nos temos tornado participantes de Cristo, se é que guardamos firme até o fim a nossa confiança inicial; enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação”.
Postar um comentário