quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Como agir diante das falsas acusações


COMO AGIR DIANTE DAS FALSAS ACUSAÇÕES?
Daniel 6:1-22

INTRODUÇÃO: Ninguém recebeu mais acusações injustas e perseguições que o próprio Jesus. No entanto, quando Ele estava pendurado na cruz, dos seus lábios surgiu uma frase inesquecível: “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”!

A Bíblia revela em – que vários homens levaram uma mulher até Jesus, acusando-a de adultério (note bem: tratava-se de acusação). Jesus disse: “quem não tiver pecado, atire a primeira pedra”. Todos se retiraram e ficou apenas a mulher, ao que Jesus lhe perguntou: “onde estão os teus acusadores?” Não havia sobrado ninguém. Todos se retiraram, desde o maior até o menor. É muito fácil acusar – o difícil é provar!

TRANSIÇÃO: O texto básico mostra que Daniel, um homem honesto, zeloso dos bons princípios e temente a Deus encontrou muitos inimigos no governo do rei Dário. Esses inimigos vasculharam a sua vida sem nada encontrar que o desabonasse. Como do inimigo se pode esperar sempre um novo e surpreendente ataque, então resolveram atacar na área espiritual. Eles sabiam que por se tratar de um homem fiel a Deus e digno em nada poderiam acusar-lhe, no entanto, devido a sagacidade inimiga, essa poderia ser uma arma fatal se levada para o lado religioso, uma vez que viviam num país pagão – e julgavam que Daniel continuaria fiel, não iria negar a sua fé. Não é nada fácil ser acusado injustamente, no entanto, quando sofremos esse tipo de situação precisamos agir com sabedoria:

I - O SILÊNCIO É UMA BOA RESPOSTA PARA FALSAS ACUSAÇÕES, Lm 3:26

Daniel era um dos três principais administradores de Dario. Trabalhava junto a outros que não criam no seu Deus, mas era mais eficiente que os demais. Desta forma, atraiu a atenção e o respeito do rei. Também atraiu o ciúme dos demais líderes. Como estes nada encontravam para criticar nas áreas moral e cívica, resolveram atacar na área da fé: “Todos os que querem viver piamente em Cristo padecerão perseguições”.
Se for este o tipo de crítica que você enfrenta, fique feliz, jamais perca o ânimo, Jo 16:33 - talvez sua fé seja a única coisa que encontraram para criticar! Responda ficando firme na sua fé, e por ela vivendo. Lembre-se que Deus está no controle, lutando as suas batalhas. Jesus disse em Mateus 5:11-12 que “bem aventurados sois vós quando vos injuriarem, perseguirem e mentindo disserem todo mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos porque é grande o vosso galardão nos céus, pois assim perseguiram os profetas que foram antes de vós”.

II - A ORAÇÃO É UMA RESPOSTA EFICAZ À ACUSAÇÃO, Sl 35:20-24

Este é um salmo é um ardente clamor por justiça, uma vez que seu escritor pede a Deus que lide com inimigos. Este tipo de salmo soa duro, mas devemos nos lembrar que:
(1) Davi fugia de homens que desejavam matá-lo injustamente. Sendo Davi o ungido de Deus sobre Israel, chamado para destruir seus inimigos, ele não compreendia a situação.
(2) O clamor de Davi por justiça era sincero. Não se tratava de sede de vingança. Ele buscava realmente o ideal perfeito de Deus para seu povo.
(3) Davi não chamou a vingança para si: deixou para Deus.
(4) Este tipo de salmo usa a hipérbole (exagero). Seu alvo é motivar-nos a tomar posição firme contra o pecado e o mal.
Se você entregar a Deus os seus acusadores, você não estará rogando-lhes pragas, mas transferindo a justiça para Deus. No Salmo 37, o salmista clama por justiça e precisamos crer no que diz: “entrega... confia... e o mais Ele fará. Ele fará sobressair a tua justiça como o meio dia” (v. 5, 6). E, além do mais, a acusação sendo injusta, cumprir-se-á na sua vida o Salmo 23:4-6.

III - A ALEGRIA É UMA RESPOSTA EFICAZ À ACUSAÇÃO, Mt 5:11

Jesus disse para ficarmos alegres quando formos acusados. A perseguição pode ser uma coisa boa porque:
(1) desvia nossos olhos das recompensas terrenas - vemos que não podemos nos ater apenas ao material e temporal, mas principalmente aos valores espirituais e eternos.
(2) expõe a fé superficial - apenas uma fé verdadeira resiste nessas horas.
(3) fortalece a fé dos que persistem - aqueles que sofrem, alcançam uma maturidade maior e promovem uma maior glória ao Rei dos reis.
(4) serve de exemplo para outros - muitos vencerão aprendendo com o exemplo de vitória e superação de outros.
É bom saber que muitos dos grandes profetas de Deus foram perseguidos (Elias, Jeremias, Daniel). Nossa perseguição demonstra que somos fiéis. Deus premiará os fiéis ao abrir-lhes a porta do céu, onde não haverá mais perseguição, Hb 11:6.

CONCLUSÃO: Deus promete ajudar os perseguidos e trazer o juízo para os perseguidores que não se arrependerem. Davi clamou a Deus para que o defendesse quando se encontrava acusado injustamente. Quando clamamos a Deus por justiça, estamos orando como Davi. Se você for injustamente acusado, sua primeira reação poderá ser pela vingança, ou responder detalhadamente às acusações, mas não faça isso, pois baixar ao nível dos inimigos significa ser igual a eles. Peça a Deus que lute a sua batalha. Ele fará com que a tua justiça brilhe como o meio dia, Sl 37:5-6.
Postar um comentário