sábado, 21 de janeiro de 2012

Deus Está Interessado no Seu Divórcio


Livro: Deus está interessado no seu divórcio

Sou apaixonado pelos bons livros. No momento estou lendo um livro que ao citar seu título para uma pessoa ela quase "caiu de queixo". Trata-se de um livro digital, comprado e baixado instantaneamente. Trata de um assunto interessante: Deus está interessado em seu divórcio. Estou apaixonado pelo livro, pois é daqueles que a gente não quer parar de ler. 
O assunto do divórcio não pode ser discutido apenas por opiniões ou posições teológicas ou sociológicas. Por quê? Em razão da palavra de Deus. A questão não pode ser apenas discutida como errado ou certo. A realidade que leva ao divórcio é muito diversificada, é a soma de desapontamentos, desgastes, falta de perdão, culpa, descuido com a vida espiritual e de outros fatores e atitudes. A questão é que Deus não aprova o divórcio e nem um segundo casamento, porque ele mesmo diz que odeia o divórcio (Malaquias 2:14), mas permite aos seus filhos escolherem o caminho a seguir. Este é o livre-arbítrio dado ao homem. 
Qualquer que seja o caminho, Deus não vai deixar de amar ou de oferecer ajuda a você. O fato é que Deus tem o poder de restaurar. Contudo, se o casamento já foi desfeito, Deus pode transformar o novo momento em algo bom. Por quê? Porque Deus tem habilidade de transformar as coisas que não deveriam ter acontecido em algo que poderá glorificar o nome do d’Ele. Lembra de Davi e Bate-Seba? O valor do casamento é imensurável, tanto que Deus disse que apenas a morte poderia separar marido e mulher. O casamento é o instrumento de Deus para o homem e a mulher aprenderem sobre o relacionamento de Cristo e a igreja. Somente pessoas casadas podem experimentar em vida, simbolicamente, o significado desta união dentro do casamento. Geralmente, o homem é aquele que quer desistir do casamento. A mulher quando procura o divórcio são por motivos bem diferentes em relação às razões do homem. Quando alguém se pergunta: “- Até quando eu tenho que suportar meu casamento?” é porque está realmente considerando a opção do divórcio como possível passo para resolver o problema. Os filhos são, sem dúvida, os que mais sofrem com todo este processo. 
Todos os dias nós precisamos de orientação para as escolhas que temos que fazer, dia após dia, as situações exigem de nós uma decisão. Por que viver ansioso e preocupado? Deus promete ajuda! “Entreguem todas as suas preocupações a Deus, pois ele cuida de vocês.” (1 Pedro 5:7 NTLH). Antes de criar um problema maior, entregue o atual nas mãos de Deus.

Postar um comentário