segunda-feira, 25 de junho de 2012

Fora com os Aproveitadores da Fé

APROVEITADORES DE PLANTÃO


Já virou moda pregadores itinerantes que não sabem, e nem querem saber, o cheiro que tem as ovelhas. São espertalhões, que vivem a revelar o óbvio, e passar envelopes em nossas reuniões para levar o dinheiro suado das pessoas, como se não custasse ganhar. Passam a lábia no povo e levam num final de semana muito mais que o pastor da igreja, que é o suporte para as horas de dificuldades dos membros, recebe pelo tempo integral 24 horas por dia, 28-31 dias por mês, 365-366 dias por ano.
Pastores, Deus cobrará de cada um o cuidado das ovelhas sob nossa responsabilidade. Inclusive, adverte-nos a Palavra de Deus que temos de poupar o rebanho dos aproveitadores e espertalhões. Conheço pastores que são verdadeiros heróis na sobrevivência, devido ao fato de suas igrejas serem pequenas e a maioria dos membros classe assalariada, mas que amam esses espertalhões que vivem surgindo aos montes.
É hora de acordarmos e pregarmos a verdadeira Palavra de Deus às nossas ovelhas. Elas estão desnutridas e fracas porque esse tipo de movimento não dá sustentação que as pessoas precisam. Pregue a Palavra. A igreja precisa ser alimentada pelo pastor que é o legítimo guardador do rebanho. Pastorear não é sinônimo de empresariar, mas sim, cuidar das ovelhas ensinando tudo o que Jesus ordenou. A Palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração... pare de aplicar mau o dinheiro dos membros da sua igreja com os aproveitadores de plantão - eles são incapazes de fazer o que você faz, mas são especialistas em arrancar a "lã das suas ovelhas" e deixar os problemas para você resolver.
Pare, reflita: "pastoreie às minhas ovelhas" é o que disse Jesus.
Não há problema nenhum convidar uma pessoa sensata e que pode te ajudar ministrando alguma área específica. No entanto, deve haver cuidado para não tornar essa pessoa mais uma viciada no granjear oferta fácil, a ponto de achar que não deve mais continuar pastoreando e convivendo com os problemas diários de um rebanho, pois ser itinerante torna a pessoa isenta de resolver conflitos e problemas.
Quem não suporta o dia-a-dia cuidando de suas ovelhas e abre mão delas, não serve de exemplo ao nosso rebanho também.
"Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a Palavra da verdade" (2Tm 2:15).
Postar um comentário