segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Santificação - condição para ser abençoado


SANTIFICAÇÃO

“Dediquem-se completamente a mim e sejam santos, pois eu sou o SENHOR, o Deus de vocês” (Levítico 20:7 NTLH)

 “Porque as Escrituras Sagradas dizem: Sejam santos porque eu sou santo” (1 Pedro 1:16 NTLH)


I - DEUS É SANTO

Deus é santo por natureza o que significa que Ele é justo em caráter e conduta. Assim sendo:
“Ele ama a justiça e o juízo” (Sl 33:5);
“Justiça e juízo formam a base do seu trono” (Sl 89:14).
Aquele que é justo só pode ter comunhão com os que andam na justiça:
“Poderão andar dois juntos se não estiverem de acordo” (Am 3:3).
Deus não suporta o pecado, que é uma perturbação na relação homem e Deus, (Is 59:1-2). Uma vez que todos pecaram é necessário arrependimento, Rm 3:23; At 17:30.
Estar em comunhão com Deus significa vida – o contrário significa morte, Rm 6:23.

II – O HOMEM É PECADOR

O pecado é um distúrbio na relação do homem com Deus. É um desrespeito às leis divinas e afeta a comunhão com Deus, do mesmo modo que uma traição conjugal:
“Mas, como a mulher que trai o marido, assim você me traiu. Sou eu, o SENHOR, quem está falando” (Jeremias 3:20 NTLH).
O pecado é uma barreira que nos separa de Deus e impede de sermos respondidos quando oramos:
“Pois são os pecados de vocês que os separam do seu Deus, são as suas maldades que fazem com que ele se esconda de vocês e não atenda as suas orações” (Isaías 59:2 NTLH).
O pecado é um ataque contra a honra e a santidade de Deus; é uma rebelião contra Deus, pois ao pecar o homem está preferindo sua vontade e não a vontade de Deus.
Mas é bom sabermos que se Deus permitisse que sua honra fosse atacada e não levasse isso em conta Ele deixaria de ser Deus. Sua honra exige satisfação da lei violada. Sua santidade reage contra o pecado.
“Por que será que as pessoas cometem crimes com tanta facilidade? É porque os criminosos não são castigados logo” (Eclesiastes 8:11 NTLH)
A Bíblia afirma que Deus é longânimo para conosco, dando-nos tempo para arrependimento:
“Ou será que você despreza a grande bondade, a tolerância e a paciência de Deus? Você sabe muito bem que ele é bom e que quer fazer com que você mude de vida” (Romanos 2:4 NTLH);
 “O Senhor não demora a fazer o que prometeu, como alguns pensam. Pelo contrário, ele tem paciência com vocês porque não quer que ninguém seja destruído, mas deseja que todos se arrependam dos seus pecados” (2 Pedro 3:9 NTLH).
Mas um dia haverá um acerto de contas. Se existem leis estabelecidas por Deus é porque haverá também ajuste de contas.
“Não se enganem: ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá” (Gálatas 6:7 NTLH).

III – O QUE É PECADO?

1.  Errar o alvo
2.  Dívida
3.  Desordem
4.  Desobediência
5.  Transgressão
6.  Queda
7.  Derrota
8.  Impiedade
9.  Erro

IV – CONDIÇÕES PARA O PERDÃO

- Reconhecimento do pecado - “Pois eu conheço bem os meus erros, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti eu pequei—somente contra ti—e fiz o que detestas. Tu tens razão quando me julgas e estás certo quando me condenas. De fato, tenho sido mau desde que nasci; tenho sido pecador desde o dia em que fui concebido” (Salmos 51:3-5 NTLH)

- Arrependimento - “No passado Deus não levou em conta essa ignorância. Mas agora ele manda que todas as pessoas, em todos os lugares, se arrependam dos seus pecados” (Atos 17:30 NTLH).

- Confissão - “Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua promessa e fará o que é correto: ele perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda maldade” (1 João 1:9 NTLH)
“Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona” (Provérbios 28:13 NTLH).

- Abandono“Jesus disse: Pois eu também não condeno você. Vá e não peque mais!” (João 8:11 NTLH).

CONCLUSÃO: “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hebreus 12:14 RA).

Alguém afirmou: “Mate o pecado antes que ele te mate”.
Postar um comentário