segunda-feira, 1 de julho de 2013

Orgulho e Vergonha

Orgulho e vergonha. 
Você nunca teria imaginado que o orgulho e a vergonha são irmãos. Parecem tão diferentes. 
O orgulho lhe faz estufar o peito. A vergonha lhe faz abaixar a cabeça. 
O orgulho alardeia. A vergonha faz ocultar-se. 
O orgulho procura ser visto. A vergonha cuida de ser evitada. 
Mas não se deixe enganar, as emoções têm o mesmo parentesco e causam o mesmo impacto: o mantêm afastado de seu Pai. 
O orgulho diz: «Você é muito bom para Ele». A vergonha diz: «Você é muito mau para Ele». 
O orgulho o afasta. A vergonha o mantém afastado. 
Se o orgulho estiver presente antes de uma queda, a vergonha é o que vai impedi-lo de se levantar depois.
(Max Lucado).

O orgulho fez com que um filho resolvesse partir e viver longe de seu pai, indo de mau a pior; a vergonha impedia-o de voltar a seu pai. No entanto, usando o bom senso, ele venceu a vergonha e voltou. O pai o recebeu com todo amor e além de honrá-lo, fez-lhe uma festa.
Postar um comentário